Top

A fé da Igreja está expressa no mistério da Assunção

A fé da Igreja está expressa no mistério da Assunção

Com o mistério da Assunção ao Céu, efetuaram-se em Maria, definitivamente, todos os efeitos da única mediação de Cristo, Redentor do mundo e Senhor ressuscitado: “Todos receberão a vida em Cristo. Cada um, porém, na sua ordem: como primícias, Cristo; depois, aqueles que pertencem a Cristo, quando do seu advento”. (1 Cor 15, 22-23).

No mistério da Assunção exprime-se a fé da Igreja, segundo a qual Maria está “unida por um vínculo estreito e indissolúvel a Cristo”, pois, se já como mãe-virgem, ela estava a Ele unida, singularmente, na sua primeira vinda, pela sua contínua cooperação com Ele o estará também na expectativa da segunda:

“Remida de um modo mais sublime, em atenção aos méritos de seu Filho”, [109] ela tem também aquele papel, próprio da Mãe, de medianeira de clemência, na vinda definitiva, quando todos os que são de Cristo forem vivificados e quando “o último inimigo a ser destruído será a morte” (1 Cor 15, 26). [110] (...)

Maria tornou-se a primeira entre aqueles que, “servindo a Cristo também nos outros, conduzem os seus irmãos, com humildade e paciência, àquele Rei, servir ao qual, é reinar”; [113] e alcançou plenamente aquele “estado de liberdade real” que é próprio dos discípulos de Cristo: servir quer dizer reinar!

Mediante a Assunção ao Céu, está conexo o mistério da sua glória eterna. A Mãe de Cristo, efetivamente, foi glorificada como “Rainha do universo”; envolvida na realidade da comunhão com os santos, e sua união ao próprio Filho entrou na glória estendida à plenitude de seu Reino; “a Ele estão submetidas todas as coisas, até que ele se sujeite a si mesmo e, consigo, todas as criaturas ao Pai, a fim de que Deus seja tudo em todos” (cf. 1 Cor 15, 27-28)

Carta Encíclica Redemptoris Mater do Sumo Pontífice João Paulo II,

sobre a bem-aventurada Virgem Maria na vida da Igreja que está a caminho

Terceira parte Mediação materna, nº 41

 

Veja a proclamação do dogma da Assunção da Virgem Maria pelo Papa Pio XII

 

 

Avé Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco.
Bendita sois Vós entre as mulheres, bendito é o fruto de Vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte.
Amém. 

Ver mais em Maria de Nazaré