Paróquia Nossa Senhora
da Conceição

Costa da Caparica

200125014111_2-dom-tc-comentario-s-sirilio-alexandria-ano-a

Comentário ao 2º Domingo TC (Ano A)

São Cirilo de Alexandria (380-444)

Bispo, doutor da Igreja

Sobre Isaías, IV, 2

«Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo»

«Cantai, ó céus, a obra do Senhor! Exultai de alegria, ó profundezas da Terra! Saltai de júbilo, vós, montanhas, e tu, bosque, com todas as tuas árvores, porque o Senhor resgatou Jacob, manifestou a sua glória em Israel» (Is 44,23). Pode-se facilmente concluir desta passagem de Isaías que a remissão dos pecados, a conversão e redenção dos homens, anunciada pelos profetas, se cumpre em Cristo nos últimos dias. Com efeito, quando Deus, o Senhor, nos apareceu, quando Se fez homem, vivendo com os habitantes da Terra, Ele que é o verdadeiro Cordeiro que tira o pecado do mundo, Ele que é a vítima totalmente pura, que grande motivo de júbilo tal não foi para as forças do alto e os espíritos celestiais, para todas as ordens dos santos anjos! Eles cantaram o seu nascimento segundo a carne: «Glória a Deus nas alturas e paz na Terra aos homens do seu agrado» (Lc 2,14).

Se é verdade, conforme a palavra do Senhor – e é absolutamente verdade –, que «haverá mais alegria no Céu por um só pecador que se converte» (Lc 15,7), como duvidar de que houve alegria e júbilo nos espíritos do alto quando Cristo trouxe à Terra inteira o conhecimento da verdade, chamou à conversão, justificou pela fé, tornou brilhante de luz pela santificação? «Os céus rejubilam porque Deus teve misericórdia», não apenas para com Israel segundo a carne, mas para com Israel compreendido segundo o espírito. «Os fundamentos da Terra», ou seja, os ministros sagrados da pregação do Evangelho, «tocaram a trombeta». A sua voz retumbante chegou a toda a parte; como as trombetas sagradas, ela ressoou em toda a parte. Eles anunciaram a glória do Salvador por todos os lugares, chamaram ao conhecimento de Cristo tanto os judeus como os pagãos.